Páginas

Péssimas condições em rodovias comprometem escoamento de safra e o transporte de turistas no oeste da Bahia

Os recordes de produção que fizeram do oeste da Bahia uma das maiores fronteiras agrícolas do Brasil e despertaram o interesse do mundo para esta região, são agora, uma ameaça para a sua própria viabilidade, segundo produtores locais. As dificuldades enfrentadas na estrutura logística regional sobrecarregam a produção crescente e comprometem o escoamento da safra e o transporte de passageiros e turista que visitam a região.

O transporte rodoviário, considerado o único modal de escoamento da região, enfrenta condições das rodovias estaduais e federais precárias. As chuvas sazonais prejudicam ainda mais o pouco asfalto e tornam intrafegáveis nas rodovias BR-349, BR-135 e BA-072.

O oeste deve colher, na safra 2013/2014, oito milhões de toneladas de grãos, segundo a estimativa do Conselho Técnico da Associação de Agricultores da Bahia (Aiba). Dentre as principais culturas estão a soja, o milho e o algodão.

Mas não é somente a safra que essas importantes rodovias transporta, nessa rodovia existe um importante polo turístico formado pelo rio corrente na região do município de Correntina.
A rodovia BR-349 que tem aproximadamente 190 quilômetros vai do entroncamento da BR-020 até o município de Correntina-BA. Além de ser um rodovia que corta centenas de fazendas que produzem soja, milho e algodão também leva turistas ao município baiano. Essa rodovia está com péssimas condições com aproximadamente sete mil buracos, além de não existir acostamento em caso de situação de emergência.

Já a BR-135 entre Correntina e Santa Maria da Vitória está praticamente intransitável com centenas de buracos com a rodovia praticamente inexistente.
O que me deixa intrigado é que a presidenta Dilma com o Governador Jaques Wagner e o Ministro dos Transportes Cesar Borges, que também é baiano, esqueceram da última fronteira agrícola do país que gera milhares de emprego, é importante para o PIB do Brasil e alimenta centenas de milhares de brasileiros.

Penso que os políticos baianos e brasileiros não olham para quem produz.

É importante lembrar que o asfalto traz desenvolvimento leva e traz pessoas com esperanças e promessas para um mundo melhor (não somente o asfalto mas o transporte de qualidade seja ele aquaviário, rodoviário e ferroviário). Mas como naquela região tinham três rodovias que governantes que tapam os olhos para as demandas da sociedade e também em uma demonstração de incompetência e descaso com quem produz e gera riquezas não conseguem manter o que estava pronto.

Existe também a rodovia estadual BA-072 que está praticamente intransitável, penso que se o senhor governador da Bahia Jaques Wagner quer que as pessoas que vão de Santa Maria da Vitória até Coribe que ele passe uma moto niveladora nessa rodovia pois o asfalto não existe, o que existe é um conjunto de buracos e panelas que não tem mais jeito, somente a reconstrução total da base.

Quero dizer que nessas rodovias eu passei no dia 19 de abril de 2014, mas já passo pelas mesmas há pelo menos quatro anos. Vejo uma coisa chamada inoperância total de gestão naquela região, posso dizer que o que existe nessa região é um pequeno exemplo de falta de respeito com que produz riquezas para o país, paga impostos e precisa ir e vir pelo nosso país.

Rodovias intransitáveis na Bahia:
BR-349 Entroncamento BR-020 – Correntina-BA.
BR-135 Entre  Correntina e Santa Maria da Vitória.
BA-072 Entre Santa Maria da Vitória e Coribe-BA.

Se você souber de outras rodovias assim pelo Brasil me mande fotos vamos mostrar o caos que existe em diversas rodovias do Brasil.

O Brasil precisa de um grande pacto logístico em um programa com propostas concretas, com recursos para investimentos em ferrovias, rodovias, hidrovias e aeroportos regionais para o transporte de riquezas(cargas) e passageiros, com um plano de verdade, com propostas para a construção, manutenção e operação, com valores prazos e metas previamente estipulados.




























Por Paulo Roberto Melo

Aniversário de Brasília será comemorado com bandas da cidade


Mais de cem artistas foram contratados pelo GDF para tocar nos 11 palcos

Começam neste sábado (19) as apresentações dos artistas do Distrito Federal contratados pelo GDF para se apresentarem no 54º aniversário de Brasília. A festa deste ano terá sete artistas convidados e mais de cem atrações da cidade na programação dos 11 palcos espalhados pela região central.

A contratação de artistas locais é uma política do GDF. Desde 2011, todos os grandes eventos do DF tiveram participação de nomes da cidade.

A partir de agosto do ano passado, com as novas regras de contratação artística, esse processo ficou ainda mais transparente, já que os artistas se cadastram no Sistema de Cadastro de Artistas (Siscult) e se credenciam em editais lançados, com cachês pré-estabelecidos e rodízio de apresentações.

Os nomes selecionados vão compor a programação dos 11 palcos. Haverá música instrumental, dança, teatro, hip hop, rock, música popular, samba, MPB, além de música gospel e eletrônica.

Confira a programação completa do aniversário de Brasília:

Palco Principal

Esplanada dos Ministérios, domingo (20), das 20h às 2h

DJ Donna

Boka de Sergipe

Eduardo Allan (Marciano)

Humberto e Ronaldo

Os Criollos

Thiaguinho



Segunda (21), das 17h30 à meia-noite

DJ Hool

Alberto Salgado

Brasilian Blues Band

Nação Zumbi

Patubatê

Paralamas do Sucesso

Palco Brasília Capital de Todos os Ritmos



Ao lado do Museu Nacional, domingo (20), das 18h às 2h – Rock

Darshan

Faluja

Célia Porto

Na Lata

Trampa

Scalene

Passo Largo



Segunda (21), das 15h30 à meia-noite – Forró, axé e sertanejo

Trem das Cores

Célia Rabelo

Papel Marchê

Celma Melo

Wagner Simão

Chiquita Bacana

Palco Gospel



Estacionamento do Ginásio Nilson Nelson, segunda (21), das 16h às 23h50

*Programação completa em breve




Arena Infantil

Ao lado do Museu Nacional e da II Bienal Brasil do Livro e da Leitura, das 11h às 18h

Domingo (20)

Arena Circo

Cia Lumiato Teatro

Bagagem Cia Bonecos

Circa Brasilina

Palhaça Ananica

Bumba Meu Boi

Arena Picadeiro

Luciana Mauren

Depois das 5

Mamulengo Sem Fronteiras

Cia Voar Teatro de Bonecos

Cia Titeritar

Miqueias



Segunda (21)

Arena Circo

Teatro Carlitos

Celeiro das Antas

Senta Q Leão É Manso

Cia Jorge Crespo de Teatro de Bonecos

Tumba la Katumba

Pé de Cerrado

Arena Picadeiro

Os Buriti

Circo Artitude

Mamulengo Sem Fronteiras

Tambor de Crioula

Cia Roupa de Ensaio

Mambembricantes

Palco Hip Hop



Espaço audiovisual Cine Brasília, sábado (19), das 12h às 23h

Feira de Vinil e Mostra Candanga

DJ Barata

Espaço Dança e Teatro



Conic, domingo (20), das 14h às 22h30

Pacificadores

Guindart

Atitude Feminina

DJ Jamaica

Us Blacks

Gerson King Combo

* 15 grafiteiros

* Arena B-Boy

DJ Ocimar

DJ Junior Kila

Rock Street

Black Spin

* Batalha de Rima

DJ Hercules

DJ Nelson





Complexo Cultural Funarte, sempre das 21h às 23h

Terça (22) – Teatro

Quarta (23) – Dança

Quinta (24) – Teatro

Sexta (25) – Dança

Sábado (26) – Teatro

Arena Eletrônica



Cine Drive-In, domingo (20), das 18h às 6h

5uinto e Sistema Criolina

Palco MPB e Samba



Torre de TV, das 12h às 18h

Sábado (19)

Debora Vasconcelos

Martinha de Coco

Doce Dilema

Marcio Bonfim

Vanessa Porto

Brutos da Catira



Domingo (20)

Bom Partido

Afonso Gadelha

Trio Siridó

Volmi Batista

Leonel Laterza

Jacaranda e Brauna

Palco Instrumental



Estacionamento 10 do Parque da Cidade, das 16h às 20h

Sábado (19)

Alma Brasileira

Paulo Levi

Alex Paz

Di Steffano Quarteto



Domingo (20)

Marlene Sousa

Bebida Nacional

Renio Quintas

Andre Togni

Palco Bienal



Ao lado do Museu Nacional, às 22h


Sábado (19) - Edu Lobo

Agda Stemler representa Assosíndicos-DF em encontro com Moto Clube em Águas Claras

A Diretoria Regional da Assosíndicos Águas Claras esteve presente no Open House dos Rabugentos Moto Clube, realizado em Águas Claras, na sede dos Rabugentos, no sábado dia 05.04.2014, a convite do Presidente do MC o Sr. Maynard. 

A presidente da Assosíndicos Águas Claras, Agda Stemler foi conhecer o local e representando o Presidente da Assosíndicos-DF, ela falou que a Assosíndicos-DF está a disposição para discutir o uso de motos inclusive estacionamentos exclusivos para motos nos condomínios do Distrito Federal e Região Metropolitana.

O evento contou com a participação de diversos moto clubes de Brasília e até de outros estados. 

Estiveram presentes aproximadamente 300 motociclistas.

A Assosíndicos Águas Claras, parabeniza o Sr. Prota, fundador dos Rabugentos Moto clube e todos os seus participantes, pelo excelente evento.

Nas fotos a nossa Presidente da Assosíndicos Águas Claras, a Agda Stemler, juntamente com alguns participantes do Moto Clube.

Escola de Síndicos com inscrições abertas para o curso de Síndico Profissional em nossa cidade

A Escola de Síndicos da ASSOSÍNDICOS-DF, abre as inscrições para o Curso de Síndico Profissional.

O curso é gratuito e está com as inscrições abertas pelo site da ASSOSÍNDICOS-DF (www.assosindicosdf.com.br) as aulas já iniciam no dia (22/04) terça-feira o curso vai de terça a sábado sendo que de terça á sexta-feira o curso vai ocorrer no período da noite e no sábado no período da manhã.

O curso tem aulas de: Relações interpessoais, mediação de conflitos, eventos em condomínios, seguros em condomínios, liderança em condomínios, ser síndico em condomínio, contabilidade aplicada aos condomínios, legislação aplicada aos condomínios, recursos humanos em condomínio, engenharia de elevadores, vistorias em condomínios e prevenção de incêndios e primeiros socorros. Os professores são especialista no assunto sendo a maioria diretores da ASSOSÍNDICOS-DF.

De acordo com o Administrador do Guará Antonio Carlos “esse curso que a ASSOSÍNDICOS-DF traz para o Guará com o apoio da Administração Regional é uma oportunidade dos síndicos e moradores se profissionalizarem e de fazerem uma gestão profissional ou até mesmo conseguirem um emprego” falou o Administrador.

A presidente da subseção da ASSOSÍNDICOS Guará, Síndica Adriana Dantas falou que “com o curso de síndico profissional o síndico e o morador vão aprender questões que vão de relacionamento a legislação de condomínios” enfatiza a presidente da regional Guará.

Já o presidente da ASSOSÍNDICOS-DF, Síndico Paulo Roberto Melo diz “esse curso de síndico profissional é o primeiro de outras duas turmas que faremos em 2014 e faz parte do programa Escola de Síndicos da ASSOSÍNDICOS-DF que visa formar mil e quinhentos síndicos no DF e entorno em 2014, vamos transformar o mercado de condomínios com síndicos profissionais no Distrito Federal a partir de 2014, quero também lembrar que o participante do curso ao final do curso recebe o certificado que concluiu com êxito o curso de síndico profissional” falou o presidente da ASSOSÍNDICOS-DF.


Não perca tempo faça agora mesmo a inscrição no curso de síndico profissional da ASSOSÍNDICOS-DF.


Serviço:
Curso de Síndico Profissional
Inscrições pelo site: www.assosindicosdf.com.br ate o dia 21e abril de 2014.
Preço: GRAUITO.
Vagas: 500 vagas.
Local do curso: Auditório da Administração Regional do Guará (Área Especial do CAVE Guara II - CEP: 71.051-970 ao lado da estação feira do metrô).I
Data do curso: De 22 a 26 de abril de 2014.
Horário das aulas: Das 19h as 22h.

Informações: 9807-2015 / 9346-8734

Caminhão do Corpo de Bombeiros atropela motociclista

Um atropelamento na manhã dessa segunda-feira (7), deixou uma pessoa morta. O acidente ocorreu quando um caminhão do Corpo de Bombeiros atropelou um motociclista próximo à saída para a Estrada Parque Taguatinga-Guará (EPTG).

A vítima foi levada do local por volta das 13h30, pelo Instituto Médico Legal (IML).

Segundo o jovem que estava acompanhando o motociclista, o veículo atingiu a moto quando tentava entrar pela contramão na via.

Selo de qualidade no Hospital do Guará incentivará prevenção de infecções

Iniciativa tem como objetivo motivar o cumprimento das práticas de higiene


Um selo de qualidade foi criado para incentivar o cumprimento de boas práticas e dos procedimentos operacionais contra Infecção Relacionada à Assistência à Saúde (IrAS) no Hospital Regional do Guará. A iniciativa, formulada pelo Núcleo de Controle de Infecção (NCIH) da unidade, tem como objetivo reduzir uma série de riscos tanto para pacientes quanto para os profissionais.

"Com o cumprimento das normas, é possível evitar a disseminação de bactérias, por exemplo. As IrAS estão entre as principais causas de morbidade e mortalidade", afirmou a enfermeira do NCIH Eulina Ramos. Segundo ela, quanto mais tempo o paciente ficar no hospital, mais será suscetível a outras bactérias.

Cada setor é avaliado com até cinco estrelas, o que equivale ao cumprimento das normas em 100%, enquanto quatro correspondem de 80% a 99%, três de 79% a 60% e duas até 59%. Um dos setores que já recebeu a identificação e padrão cinco estrelas foi o Núcleo de Nutrição e Dietética (NND).

São analisados cinco quesitos: prática de higienização das mãos, higienização de ambiente, protocolos disponíveis e treinamento, uso correto de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e utilização correta das precauções.

Além desse trabalho para conscientização dos profissionais de Saúde, no hospital, a equipe realiza constantemente capacitações para atualização e utilizam o Procedimento Operacional Padrão (POP), que facilita o acesso às informações sobre prevenção e controle das infecções. Os POPs estão disponíveis em cada setor do hospital.

Reforma em estádio do Guará é autorizada

Previsão é que as obras tenham início até o dia 21 de abril


O Estádio Antônio Otoni Filho, mais conhecido como Estádio do Cave, no Guará I, será reformado. A autorização das obras foi assinada nessa quarta-feira (2), com previsão de ter início até 21 de abril. O espaço será ampliado com a construção de vestiários, tribuna, bilheterias, área destinada à imprensa, reservatório de água, além da troca de gramado.

"Falta apenas assinar a ordem de serviço para então, dentro de 15 a 20 dias, as obras começarem. No mais tardar, até outubro, a reforma deverá estar concluída", afirmou o administrador regional do Guará, Carlinhos Nogueira.

O local tem capacidade para 7 mil pessoas e, atualmente, é utilizado para jogos do Candangão, de futebol americano e futebol amador.

Para o administrador da cidade, essa é mais uma grande conquista e se somará às obras do Fórum do Guará, à ciclovia, à sede do Conselho Tutelar, entre outras.

Inaugurado em 1977, o estádio tem o apelido de Cave por ser a sigla de Centro Administrativo Vivencial e Esporte.

Guará tem programação variada neste sábado

Rock, livros, futebol e kart são algumas das atrações do fim de semana


A programação deste sábado (12) no Guará vai ser bastante animada, com atrações culturais e esportivas para todos os gostos. Os eventos incluem shows de rock, corrida de kart, jogos de futebol e lançamento de livro, tudo com entrada franca.

O dia começa com a 2º Etapa da Copa Guará de kart, no kartódromo Ayrton Senna, no Cave. A competição, promovida pelo Guará Motor Clube, é dividida em diversas baterias e categorias de pilotos, de mirim a master.

Já o 1º Grito de Rock do Guará acontece a partir das 15h no estacionamento do Ginásio do Cave. Haverá apresentações das bandas Goreth, Trampa, Grupo Cahegi, HNG, Rafinha Bravoz, The Stucks, Diferencial Zero, Dog Savanna, Firmino e Degola.

Às 16h, Arsenal e Gita fazem a partida de abertura do Campeonato de Futebol Amador, na QE 38. O campeonato existe há mais de 25 anos e é organizado pela Associação Desportiva do Guará (ADG). A novidade deste ano é que a arbitragem profissional será custeada pelo GDF, por meio do programa "Boleiros", da Secretaria de Esportes.

O encerramento da agenda cultural será às 19h, com o lançamento, na Casa da Cultura, do livro 'Um Reencontro', da escritora do Guará, Gisele Vale. A publicação retrata a história do Guará e de Brasília, a partir de episódios vividos pela autora e sua família.

Sequestradores fogem após irmão da vítima gritar por ela

A mulher foi abordada no Guará I, foi abandonada na Asa sul

Uma mulher foi sequestrada quando chegava em casa na Guará I. O crime aconteceu na tarde deste sábado (15). O criminosos, armados, a colocaram no banco de trás do carro, em seguida a vítima ligou para a família pedindo resgate de R$ 500.

Quando eles estavam na Asa Sul o irmão da vítima reconheceu o carro e gritou por ela. Os sequestradores fugiram a pé.

Império do Guará disputará o Grupo Especial no Carnaval de 2015

Assim que as emoções dos vencedores Acadêmicos do Riacho Fundo II se acalmaram, por volta das 16h30, a votação da melhor escola do Grupo de Acesso começou. Com um enredo que exaltava os minifoliões, a Império do Guará levou o título com merecidos 266,30 pontos. Já a Dragões de Samambaia ficou em último lugar, com 238,20 pontos, e, no Carnaval de 2015, disputará como Blocos de Enredo.

Neste ano, dez escolas desfilaram pelo Grupo de Acesso. O segundo lugar ficou com a Unidos da Vila Paranoá, com pontuação de 261,50, seguida pela Unidos do Varjão, com 261,10 pontos.

A Império do Guará apostou no enredo "A maravilhosa e delirante viagem ao encantador mundo das ilusões" para valorizar a participação dos pequenos foliões. A agremiação foi a quinta a desfilar na segunda-feira (3). Ela entrou na Passarela da Alegria com três carros alegóricos, 12 alas e 550 passistas, sendo 60 somente na bateria, quesito que lhe rendeu três notas máximas.

Após três anos seguidos de luta no Grupo de Acesso, a agremiação vitoriosa entrará na avenida no próximo ano para disputar uma vaga na Categoria Especial. "Quero agradecer minha família e a comunidade do Guará. Achei o carnaval de Brasília cem por cento. Só acho que a população tem que participar mais e prestigiar a Passarela da Alegria", ressaltou o presidente da escola campeã, Mário Santos.

A diretora da escola e irmã do presidente, Fátima Santos, exaltou o esforço do grupo e prometeu a mesma garra no Carnaval de 2015. "Fizemos um trabalho de formiguinha. Eu participo da diretoria, minha mãe é a costureira e por aí vai. Esse título foi mais do que merecido."

Apesar de decepcionados com o rebaixamento, os integrantes da Dragões da Samambaia se mostraram conformados. "Esse é um jogo. Tem hora que ganhamos e outra que perdemos. Participamos com garra, mas temos consciência de que deixamos a desejar em alguns quesitos, como nas alas. Mas esperamos ser melhores no próximo (ano)", afirmou o carnavalesco da agremiação de Samambaia, Osiene Furtado.

Oficina discute preservação da Reserva Biológica do Guará

Interessados devem se inscrever, gratuitamente, no dia e local da oficina


O Instituto Brasília Ambiental (Ibram), com o apoio da Administração Regional do Guará, promoverá nesta quinta (27) e sexta-feira (28), das 8h30 às 17h30, na sede da Associação Brasiliense de Construtores (Asbraco), uma oficina de planejamento participativo sobre a Reserva Biológica do Guará (Rebio).

O objetivo é que os participantes definam elementos do papel da reserva, identifiquem oportunidades e ações que possam colaborar com a gestão da unidade de conservação, apresentem um planejamento estratégico para sua conservação e resultados e identifiquem instituições, projetos e ações que possam ajudar a Rebio.

O Ibram desenvolve desde o ano passado, por meio da empresa Geológica, o plano de manejo da reserva biológica do Guará. A oficina de planejamento participativo é mais uma etapa desse trabalho. As inscrições gratuitas podem ser feitas no dia do evento.

GDF desburocratiza obtenção de licença de funcionamento

Decreto publicado nesta quarta regulamenta lei que reúne procedimentos e documentação necessários

A partir de agora, os empresários de médio e grande porte de áreas regularizadas do Distrito Federal que já possuem habite-se podem tirar diretamente a licença de funcionamento. Além disso, os empreendimentos localizados em áreas passíveis de regularização podem solicitar a autorização. As novidades estão presentes no Decreto nº 35.309, publicado nesta quarta-feira (9) no Diário Oficial do DF.

O decreto regulamenta a Lei n.º 5.280, de 24 de dezembro de 2013, que desburocratiza o processo de licenciamento para funcionamento de atividades econômicas ou de atividades sem fins lucrativos no âmbito do DF. Essa lei, por sua vez, substitui a Lei nº 4.457/2009.

Entre os pontos estabelecidos pelo texto estão os procedimentos e a documentação necessários, além das sanções no caso de descumprimento da norma ─ que variam de advertência a cassação do licenciamento. "É papel da administração pública agilizar os processos e essa era uma demanda antiga da sociedade", afirmou Swedenberger Barbosa, secretário-chefe da Casa Civil, órgão que coordenou as tratativas para a regulamentação da lei, de acordo com determinação do governador Agnelo Queiroz.

Procedimentos

O processo de licenciamento se inicia com a consulta prévia, que é gratuita. Depois, o interessado tem o prazo de 180 dias para entregar a documentação. Poderá ser expedida mais de uma licença ou autorização para um mesmo endereço, desde que haja independência de funcionamento das atividades.

As administrações regionais manterão à disposição dos interessados banco de dados contendo a legislação pertinente e informações como os usos e horários de funcionamento permitidos para o local e as normas sanitárias, de prevenção contra incêndio, de meio ambiente e de acessibilidade, entre outras.

De acordo com o coordenador-chefe da Coordenadoria das Cidades, da Casa Civil, Francisco Machado, a nova legislação reforça a segurança jurídica dos empreendedores. "Ela facilita a criação de novas empresas, gerando mais empregos e renda nas regiões administrativas." Machado explica ainda que a novidade propicia o acesso dos empresários aos programas de financiamento e crédito do governo e a participação nos processos de licitação pública.

Segurança

Fica proibida a emissão para edificações interditadas por risco em sua estrutura, e haverá vistorias após o início de operação do estabelecimento, à exceção das atividades de risco, que serão vistoriadas previamente

Requer novo pedido de licenciamento a mudança da atividade desenvolvida no local, o que inclui alteração do uso, acréscimo de área construída e variação na capacidade máxima de público, entre outros fatores.

No caso dos alvarás e das licenças de funcionamento por tempo indeterminado emitidos com base em leis anteriores, eles permanecem válidos.

O decreto que trata do assunto e os respectivos anexos estão disponíveis neste link.

Documentação necessária*

I - inscrição no Cadastro Fiscal do Distrito Federal (CFDF), quando as atividades pretendidas forem objeto de incidência do ICMS e/ou ISS;

II – cópia do habite-se;

III – declaração de cumprimento dos requisitos da consulta prévia e atendimento às normas de segurança sanitária, preservação ambiental e prevenção contra incêndio e pânico;

IV – declaração de ciência das condições de acessibilidade necessárias;

V – declaração de ciência das exigências relativas aos sistemas e procedimentos de segurança contra incêndio e pânico;

VI - comprovante de pagamento da Taxa de Funcionamento de Estabelecimento – TFE, de que trata a Lei Complementar nº 783, de 30 de outubro de 2008, quando couber;

VII - comprovante de dominialidade ou documento referente a arrendamento, usufruto, comodato, promessa de compra e venda, contrato de locação ou sublocação ou autorização do poder público para utilização da área pública.

* Outros documentos devem ser entregues em caso de empreendimentos cuja inscrição no CFDF não é obrigatória; para obtenção antecipada de licenças; e de atividades em áreas passíveis de regularização fundiária, urbanística e ambiental. Para ter acesso à lista completa, veja o arquivo em anexo.

Publicidade